Acesso Rápido

Aumentar Fonte Diminuir Fonte

Orientações sobre concursos

Comentários Iniciais:

As informações abaixo acerca dos diversos concursos foram extraídas, preliminarmente, de fontes oriundas das instituições, através de manuais e similares. Informações complementares e atualizadas deverão ser obtidas diretamente com as Instituições, já que há possibilidades de ajustes e/ou alterações, de ano para ano, quanto aos procedimentos, cursos, modalidades, conteúdos programáticos, faixa etária, prazos etc.

O Colégio Paranapuã não se responsabiliza por quaisquer alterações propostas, com ou sem prévia divulgação, por parte das instituições que organizam e oferecem os concursos.


A Direção

CEFET

CONSTRUÇÃO CIVIL - Edificações

Área de Construção Civil abrange uma habilitação: Edificações.
Entre as atividades exercidas pelo Técnico em Edificações, constam:

• Análise de projetos;
• Elaboração e preparação de orçamento para concorrência;
• Atuação como laboratorista de solos e concreto;
• Desenho e especificação de projetos arquitetônicos;
• Desenho de projetos de instalações e de estruturas;
• Controle tecnológico da execução de projetos;
• Fiscalização e acompanhamento de serviços na área da Construção Civil em geral.

Área Industrial - Eletrônica

O técnico em Eletrônica atua em pequenas, médias e grandes empresas, podendo realizar as seguintes funções:

• Contribuir para o desenvolvimento de projetos;
• Assessorar os estudos de custos e viabilidade de projetos;
• Realizar controle de qualidade;
• Instalar e configurar equipamentos eletrônicos;
• Prestar assistência técnica;
• Realizar manutenção preditiva, preventiva e corretiva de equipamentos eletrônicos;
• Testar, calibrar e aferir equipamentos eletrônicos;
• Homologar equipamentos;
• Elaborar relatórios técnicos pertinentes às suas atividades;
• Desenvolver, operar e depurar software de apoio à eletrônica;
• Supervisionar serviços de instalação, manutenção e homologação de equipamentos eletrônicos.

Área Industrial - Eletrotécnica

Em qualquer atividade que envolva produção ou consumo de Energia Elétrica, existe, necessariamente, o emprego do Eletrotécnico.
As áreas de projeto e construção, operação e manutenção são as atividades fundamentais de emprego da mão de obra do técnico.

• Projeto e construção envolvem, desde planejamento até a construção final das novas plantas de geração, transmissão e consumo de energia elétrica;
• Operação se incumbe de manter o que existe funcionando satisfatoriamente, supervisionando as usinas geradoras e operando o sistema de alimentação elétrica das grandes cidades. Esta é uma atividade que é exercida 24 horas por dia, dada a complexidade do sistema elétrico;
• Manutenção se incumbe de consertar os equipamentos danificados, aprimorar e projetar novos equipamentos, além de recuperar o sistema elétrico, em caso de defeito.

Área Informática - Informática

O Técnico em informática poderá atuar em empresas de pequeno, médio e grande porte, desenvolvendo atividades em diversos setores, tais como:

• Desenvolvimento, manutenção e instalação de softwares mono e multiusuário;
• Montagem, instalação e configuração de computadores;
• Projeto, instalação e administração de redes e web sites;
• Projeto, desenvolvimento e administração de banco de dados;
• Operação de computadores.

Área Industrial – Mecânica

Entre as atividades exercidas pelo Técnico em Mecânica constam:

• Orientação de instalação dos equipamentos mecânicos;
• Previsão e provisão para máquinas, especificação de instrumentos e ferramentas necessárias à operação de setores mecânicos;
• Diagnóstico do funcionamento e manutenção das máquinas;
• Especificação de peças mecânicas e delineamento do processo de fabricação mecânica;
• Operação junto ao controle de qualidade de peças e de materiais de uso na indústria mecânica;
• Aplicação e adaptação das normas técnicas aos respectivos processos mecânicos;
• Assistência técnica mecânica na compra e venda de materiais e equipamentos;
• Elaboração dos orçamentos relativos às atividades da indústria mecânica;
• Elaboração dos orçamentos e aplicação de projetos de automação industrial (CNC, CAD/CAM, Robótica).

Área Geomática/Meio Ambiente – Meteorologia

A Meteorologia é uma ciência do ambiente, cujo objeto de estudo é a atmosfera. Trata dos fenômenos conhecidos como meteoros (chuvas, nevoeiros, trovoadas, etc.) efetuando avaliações, medições, comparações e correlações, podendo utilizar informações obtidas num momento próximo ou usando séries de observações formadas no decurso de muitos anos. O Técnico em Meteorologia aplicará seus conhecimentos em:

• Projeto para definição e escolha de áreas mais apropriadas para agricultura;
• Projeto para levantamento e conservação de solos.
• Como responsabilidade direta, executará tarefas tais como:
• Coleta de dados e homogeneização de séries de observações meteorológicas para análise posterior;
• Preparo de dados meteorológicos para análise imediata;
• Operacionalização de estações de radiossondagem, radar-vento, radar-chuva e para fins especiais (radiação solar, e outros).

Área de Telecomunicações –Telecomunicações

Telecomunicações é a ciência da comunicação a distância. As informações que se deseja transmitir são a voz, a imagem e os dados. A voz encontra-se presente nas ligações telefônicas, a imagem nas recepções de televisores e os dados nas ligações entre máquinas ou computadores.
O telefone, o televisor e o computador são equipamentos que estão no ambiente doméstico, no escritório e nas empresas. Para que estejam presentes em cada local, é necessário um sistema de Telecomunicações que permita estas ligações.
Os telefones estão ligados a uma Central telefônica; os televisores recebem os sinais de rádio da emissora de televisão; os computadores estão ligados a uma rede de dados. O processamento das informações de sua origem até o seu destino compete a um aglomerado de equipamentos que se encontram em estações terminais e as encaminham ao telefone, televisor ou computador através dos meios de transmissão (cabos condutores, fibra óptica ou ar).
O Curso Técnico de Telecomunicações prepara profissionais para este ramo de atividade e encontra-se estruturado em disciplinas que incluem conhecimentos de eletricidade, eletrônica, computação, técnicas digitais, telefonia, rádio e redes de dados (incluindo a Internet).

Área de Saúde - Segurança do Trabalho

O Curso Técnico de Segurança do Trabalho é habilitado legalmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego (Portaria n° 04 de 06 de 1992), visa a formar profissionais para o planejamento e execução de medidas técnico-prevencionistas dirigidas ao estudo da melhoria das condições de trabalho que possibilitem resguardar a saúde e a integridade física dos trabalhadores que atuem em todas as áreas produtivas do país.
Nos últimos anos, a área de Segurança do Trabalho tem recebido consideráveis incrementos, expandindo-se por imposições legais e tendo, por conseqüência, o aumento da procura desses profissionais no mercado de trabalho.
O profissional desenvolve atividades de caráter prevencionista e seu principal foco e o ser humano em interação com o meio de trabalho; estuda as medidas que podem ser adotadas para eliminar, minimizar ou neutralizar os riscos de acidentes de trabalho, de forma individual ou coletiva.

Área Industrial – Automobilística

O Curso Técnico em Automobilística está sendo oferecido no Campus II, em Maria da Graça, em três anos, com carga horária de 1.380h, com 400h de estágio supervisionado, perfazendo um total de 1.780h.
O curso é fundamentado nos conceitos modernos da cadeia da indústria automobilística e visa a preparar o profissional para desempenhar funções de liderança, assimilar com facilidade novas tecnologias, no contexto da qualidade e do empreendedorismo, proporcionando ao técnico a possibilidade de atuação nos seguintes segmentos:

• Fabricação;
• Pós-venda (manutenção);
• Comercialização de veículos e autopeças;
• Inspeção veicular;
• Inspeção de seguro e outros mais.

Área de Gestão - Curso Técnico de Administração

As atividades administrativas estão presentes em todas as empresas de pequeno, médio ou grande porte. O papel do técnico em administração ou do assistente é lidar com a informação, a comunicação e a ação administrativa, dando suporte às atividades dos executivos, gerentes e chefes imediatos.
O curso objetiva formar técnicos, desenvolvendo suas potencialidades de inovação, criatividade e competitividade, para possibilitar-lhes constante adaptação às inovações do mundo de trabalho.

As atividades básicas são:
• Redigir e digitar documentações relacionadas ao pessoal, processos de produção ou prestação de serviços, faturamento e pagamentos da empresa;
• Otimizar o fluxo de informações, através da agilidade no recebimento, transmissão e encaminhamento de respostas aos remetentes;
• Arquivar e resgatar informações, através de processos manuais e informatizados;
• Receber, registrar e transferir, às autoridades competentes, as solicitações, informações e reclamações dos clientes;
• Criar um ambiente organizacional receptivo e harmonioso, para o estabelecimento de atendimentos de qualidade aos clientes internos e externos da empresa.
Área de Turismo e Hospitalidade - Curso de Turismo e Entretenimento

O curso foi criado para atender à crescente demanda do mercado por profissionais de nível técnico, para atuarem na Região Sudeste como guias de turismo cultural, ecológico, animadores e profissionais de hotelaria (os "concierges"), profissionais que atuam na recepção, altamente valorizados pelos grandes hotéis e resorts. O profissional de turismo deverá ser culto, dinâmico, com grande capacidade de liderança, excelente relacionamento interpessoal, ter bom-humor, criatividade para resolver situações inusitadas e problemas inesperados.
Além de ser fluente em duas línguas estrangeiras (Inglês e Espanhol), o técnico em turismo deverá ter conhecimento de História, Geografia e cultura da Região Sudeste. Técnicas de guiagem, procedimento em aeroportos, conhecimentos de legislação ambiental, atuação em eventos, recreação em "spas", navios e resorts e recepção em hotéis são algumas das técnicas desenvolvidas durante o curso, proporcionando ao aluno um ensino de qualidade, totalmente de acordo com a demanda do mercado.

A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO

Anualmente ingressam no CEFET-RJ, novos alunos que desejam desenvolver a Educação Profissional de Nível Técnico em uma das habilitações já apresentadas, com duração de seis períodos semestrais mais o estágio supervisionado.

É importante que se esclareça que os dois primeiros períodos fazem parte do Programa de Iniciação Tecnológica relativo ao curso técnico pretendido pelo aluno.

O ENSINO MÉDIO

Ingressam, também, no CEFET-RJ, novos alunos que desejam o ensino médio, que será desenvolvido em três anos.
Cabe salientar que os alunos de educação profissional de nível técnico, se assim desejarem, terão oportunidade de desenvolver as duas modalidades (educação profissional de nível técnico e ensino médio de forma concomitante neste Centro).

CEFETEQ (Centro Federal de Educação Tecnológica de Química)

O Centro Federal de Educação Tecnológica de Química de Nilópolis - RJ, CEFETEQ, é uma instituição de ensino tecnológico, pública, criada com base na Lei n°8.948, de 08 de dezembro de 1994, através do Decreto que transformou a antiga Escola Técnica Federal de Química do Rio de Janeiro em Centro Federal de Educação Tecnológica de Química de Nilópolis. A partir desta transformação, passaram a integrar o sistema CEFETEQ duas unidades de ensino, a saber:

• Unidade Nilópolis;
• Unidade Rio de Janeiro.

Investindo na formação de jovens cidadãos profissionais, o CEFETEQ atua nos níveis Básico, Técnico e Tecnológico da Educação Profissional, ministrando, também, o Ensino Médio que hoje conta com organização curricular própria. Além disto, o CEFETEQ realiza pesquisa e desenvolvimento tecnológico de novos processos, produtos e serviços.

Há mais de 50 anos colocando técnicos de alta qualidade no mercado de trabalho, o CEFETEQ, hoje, tem sua atuação reconhecida em diversas áreas, oferecendo os Cursos Técnicos de Química Industrial, Gerenciamento Ambiental, Laboratório Farmacêutico e Metrologia.

Para ajudá-lo em sua escolha, apresentaremos um pouco do perfil de cada um dos nossos cursos.

ALIMENTOS

Reconhecido como uma das principais fontes econômicas do país, o setor de alimentos possui importância estratégica para o desenvolvimento industrial do estado do Rio de Janeiro. O Curso Técnico em Alimentos oferecido pelo CEFETEQ possui ênfase nas áreas de processamento e controle de qualidade. Ao longo do curso, o aluno irá aprender a composição química dos alimentos, como é realizado o processamento industrial de produtos de origem animal, vegetal e fermentados, quais as alterações nutritivas que ocorrem durante o seu processamento, o que são e para que servem os aditivos alimentares, as Boas Práticas de Fabricação (BPF) e de Laboratórios (BPL) que devem ser implantadas nas indústrias e laboratórios que analisam alimentos, a importância das condições higiênico-sanitárias na indústria, os procedimentos para o controle de qualidade químico, microbiológico e sensorial e legislação pertinente.

O Técnico em Alimentos pode atuar em indústrias de aumentos, órgãos de fiscalização, restaurantes industriais, centro de pesquisas e laboratórios de controle de Qualidade. Sua formação permite ainda que atuem em redes de supermercados, vendas técnicas de produtos que necessitem de conhecimento especializado e em consultorias.

BIOTECNOLOGIA

O Curso Técnico em Biotecnologia prepara técnicos de nível médio para atividades de apoio ligadas à manipulação de organismos vivos, ou de seus derivados com o objetivo de gerar produtos ou serviços de interesse sócio-econômico e tecnológico, tais como: cultivo, purificação e análise de células ou produtos animais, vegetais de microorganismos e vírus, produção de derivados de organismos geneticamente modificados ou não, manutenção e esterilização de produtos industriais, laboratoriais e hospitalares e manipulação de DNA e RNA.

O Técnico em Biotecnologia pode atuar em hospitais e centro de pesquisas, indústrias químicas, de alimentos, de bebidas, farmacêuticas, agroindústrias e incubadoras de empresas, laboratórios de diagnósticos clínicos veterinários e humanos, de análise de paternidade. Forense, de controle de qualidade, empresas de serviços, vendas de material científico e hospitalar, magistério e criação e normatização de patentes biotecnológicas.

CONSERVAÇÃO E GERENCIAMENTO AMBIENTAL

A população está se conscientizando de que os recursos naturais são finitos e que sua utilização não racional ameaça o futuro das novas gerações. Diante desse quadro, torna-se necessária e urgente a formação de profissionais que atuem com eficiência na gestão dos problemas ambientais e sociais, com ênfase no modelo de desenvolvimento sustentável.

O Curso Técnico em Processos de Conservação e Gerenciamento Ambiental prepara profissionais com conhecimento sobre educação ambiental, processos de conservação, controle de poluição, tratamento de águas e resíduos e gestão ambiental.

Esse técnico estará habilitado para trabalhar em Indústrias, ONG, projetos de educação ambiental, estações de tratamentos de efluentes e de água, centros de pesquisas, órgãos de fiscalização, laboratórios de controle de qualidade monitoramento ambiental, vendas técnicas, consultoria, gerências ambientais e apoio ao magistério.

CONTROLE AMBIENTAL

O Curso Técnico de Controle Ambiental tem como principal finalidade formar profissionais de nível médio com conhecimentos sobre Meio Ambiente, poluição e impacto ambiental, desenvolvendo competências e habilidades para atuar em laboratórios de análises e de controle ambiental. O Técnico em Controle Ambiental está apto a atuar em atividades relacionadas ao Meio Ambiente, na forma de prestação de serviços que requeiram o domínio de legislação e normas ambientais, de controle e monitoramento da qualidade de água e de efluentes; na participação de sistemas de gestão ambiental e na elaboração de ElAs e RIMAs; ou diretamente nos processos produtivos que exigem o controle do impacto ambiental, desenvolvendo estudos que envolvem o gerenciamento de recursos naturais, de resíduos gerados, da qualidade e dos processos de tratamento de água.

LABORATÓRIO FARMACÊUTICO

É uma ciência tecnológica que visa garantir e restabelecer o bem-estar dos seres vivos, através do desenvolvimento e produção de medicamentos em suas diversas formas farmacêuticas. Esses medicamentos podem ser alopáticos, homeopáticos, ortomoleculares e fitoterápicos.

O Curso Técnico em Laboratório Farmacêutico tem como principal finalidade formar profissionais com conhecimentos que garantam a qualidade de manufatura de medicamentos e cosméticos em suas diversas formas de apresentação, tais como: comprimido, creme, xampu, injetável, colírio, sabonete, medicinais secas para chá, suspensão, batom, pasta, óvulo, tintura, aerosol, glóbulo, solução e drágea, dentre outras. Ao longo do curso, os alunos participam de atividades voltadas para o mercado de trabalho, relacionadas à tecnologia farmacêutica, cosméticos, química analítica, farmacologia, microbiologia, plantas medicinais, homeopatia, garantia de qualidade, bioquímica, ética e organização empresarial.

METROLOGIA

A metrologia é a ciência que estuda as medições. Desse modo, um metrologista é um estudioso dos diversos fatores que podem influenciar no resultado de uma medição, bem como nos procedimentos necessários para assegurar a confiabilidade e qualidade desses processos. O curso está voltado para a preparação de profissionais com formação nas áreas de Qualidade, Normatização e Metrologia.

Em termos de desenvolvimento e produção industrial, nos laboratórios da Rede Brasileira de Calibração e de Ensaio, bem como em Laboratórios de Ensino e Pesquisa, c técnico atua junto a Engenheiros, Químicos e Físicos na implantação de qualidade, normalização, na calibração de equipamentos e instrumentos, no levantamento de dados para o cálculo da incerteza de medição e no desenvolvimento de processos de medição.

O Técnico em Metrologia estará habilitado para trabalhar em laboratórios de calibração e de ensaio, centro de pesquisas, laboratórios de controle de qualidade, plantas industriais, consultoria e instituições de ensino.

QUÍMICA INDUSTRIAL

A Química é uma Ciência teórico-experimental que trabalha com processos de conversão das substâncias e materiais. Seu objetivo deve ser uma relação harmoniosa do Homem com o meio em que vive, evitando danos à Natureza e desenvolvendo processos que assegurem conforto e bem-estar cada vez maiores. O Curso Técnico em Química Industrial tem como principal finalidade formar profissionais de nível médio capazes de reconhecer as diferentes formas pelas quais os materiais se transformam dando origem a novas substâncias; compreender as diferentes tecnologias através das quais essas transformações ocorrem e suas aplicações práticas; prever o comportamento das múltiplas variáveis de um processo químico, visando sua otimização.

O Técnico em Química Industrial está apto a atuar na área industrial, em laboratórios e na produção, desde o controle e seleção de matéria-prima, passando por todas as fases de industrialização, até o controle de qualidade do produto acabado. Pode atuar também em manutenção de equipamentos, em pesquisa e desenvolvimento, na comercialização, na área de consultoria técnica e como instrutor de ensino.

ENSINO MÉDIO

Implantado sob a égide de atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, o Ensino Médio de CEFETEQ tem como objetivos gerais: consolidar e aprofundar os conhecimentos adquiridos no ensino fundamental, possibilitando o prosseguimento de estudos; realizar a preparação básica para o trabalho e para o exercício da cidadania, estimulando o "aprender a aprender", "aprender a fazer", "aprender a ser" e "aprender a conviver"; aprimorar o educando como pessoa, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico; promover a compreensão dos fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática, no ensino de cada disciplina.

Buscando a construção de um curso de elevada qualidade, que integre conhecimento e técnica, humanidades e tecnologia, o curso tem como objetivo específico preparar os alunos para a elevação contínua de seu nível de escolaridade, bem como para o ingresso nos cursos técnicos, promovendo a articulação entre Educação Básica e Educação Profissional.

DO PROCESSO SELETIVO

Art. 1°. O presente processo seletivo está aberto a qualquer pessoa que apresente como escolaridade mínima o Ensino Fundamental completo ou esteja cursando o 9º ano desse nível de ensino.
Art. 2°. O processo seletivo de classificação de candidatos, mediante a realização de provas abrangendo conteúdos de disciplinas do Ensino Fundamental, deverá preencher as vagas, nas duas unidades de ensino do CEFETEQ.
Art. 3°. A Educação Profissional de Nível Técnico e o Ensino Médio terão currículos próprios e independentes.
§ 1°. Os cursos de Educação Profissional de Nível Técnico terão a duração de seis períodos semestrais mais o estágio supervisionado de, no mínimo, 480 horas, sendo que os dois primeiros períodos fazem parte do Programa de Iniciação Tecnológica, programa de introdução de bases tecnológicas do curso técnico pretendido pelo candidato.
§ 2°. O Ensino Médio terá a duração de três anos anuais.
DAS PROVAS

Art. 10. O processo seletivo para a Educação Profissional de Nível Técnico se dará através de duas provas discursivas, sendo uma de Matemática e outra de Língua Portuguesa, com Redação, realizadas em conjunto, com duração total de 03 (três) horas.
§ 1ª. As provas serão realizadas no local indicado na etiqueta de confirmação de inscrição.
§ 2°. O candidato deverá chegar ao local das provas com antecedência de 01 (uma) hora, munido do Cartão de Inscrição, lápis preto, borracha e caneta esferográfica azul ou preta.
§ 3°. É proibido, durante as provas, o uso de calculadora, boné ou similares, régua, esquadro, transferidor, compasso ou similares, bem como portar pagers, celulares ou quaisquer outros meios de comunicação.
§ 4°. O candidato só poderá sair do local de realização das provas decorridos 60 (sessenta) minutos do seu início.
§ 5°. O candidato deverá cumprir as instruções constantes no Caderno de Questões, sob pena de eliminação do processo seletivo.

UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) - Cap (Colégio de Aplicação)

Poderão candidatar-se às vagas de 1ª série do Ensino Médio: alunos que estejam cursando o 9º ano do Ensino Fundamental (antigo 1º grau), e nela venham a ser aprovados no limite máximo de 17 anos de idade, completados até 31 de dezembro.

DA VERIFICAÇÃO DE NIVELAMENTO

Os candidatos com inscrição deferida serão submetidos a processo de verificação de nivelamento, em dois dias, que consistirá em uma avaliação sobre as condições de aptidão dos candidatos em duas disciplinas que integram o currículo do Ensino Fundamental e Médio - cada fase durará 2 (duas) horas.

• Língua Portuguesa
• Matemática

O processo de verificação de nivelamento consistirá na identificação dos candidatos que estarão APTOS e os NÃO APTOS a participar do Sorteio Público que classificará aqueles que preencherão as vagas oferecidas.

4.1. Serão considerados APTOS todos os candidatos que atingirem 50% (cinqüenta por cento) de rendimento em cada uma das verificações de nivelamento, que, por terem caráter de apenas identificarem o nível de aptidão, não produzirão efeitos de pontuação, e valerão apenas para constituir o grupo de candidatos que participarão do SORTEIO PÚBLICO.

4.2. Serão considerados NÃO APTOS todos os candidatos que, ao serem submetidos ao processo de verificação de nivelamento, tenham obtido rendimento inferior a 50% (cinqüenta por cento).

FIOCRUZ

Gestão em Serviços de Saúde

O que é?

É um campo do setor saúde que busca compreender a estrutura dos serviços de saúde, articulado ao modo de trabalho das áreas assistenciais e das áreas administrativas das organizações, com o objetivo de promover processos gerenciais coerentes com as mudanças políticas e com a integralidade dos serviços de saúde.

O que é o Curso?
O curso é desenvolvido por meio de aulas teóricas e práticas e distribuído em componentes curriculares organizados em torno dos seguintes eixos temáticos: Administração e Planejamento em Serviços de Saúde; Política do Quadro Sanitário Brasileiro; Produção e Disseminação de Informação em Saúde; Ciência e Tecnologia em Saúde; e Saúde, Sociedade e Cidadania. O estágio curricular, oferecido no último ano, é realizado nas unidades da Fiocruz e nas instituições conveniadas.

Busca-se formar um profissional de nível médio, um técnico, que responda às demandas emergentes, a partir da compreensão da estrutura dos serviços de saúde.

O que faz o Técnico?

O técnico de Gestão em Serviços de Saúde é um profissional novo no campo da saúde que compreende o processo de trabalho das organizações de saúde e resolve de forma criativa problemas relativos aos serviços que compõem o ambiente interno dos serviços de saúde. Cria e desenvolve propostas de planejamento no espaço gerencial, procurando atender aos seguintes princípios: integralidade das áreas, descentralização das ações de coordenação e conforto e bem-estar do usuário do serviço. Além disso, faz sugestões de reorganização do processo de trabalho administrativo nas áreas finalísticas e meio - almoxarifado, documentação e enfermarias - buscando a integração dessas áreas. O técnico de Gestão em Serviços de Saúde interage com usuários e profissionais de saúde, buscando a resolução dos problemas no campo da gestão. É importante para este profissional conhecer o funcionamento das organizações de saúde e a política nacional de saúde.

Outras ações do Técnico:
O planejamento e controle sobre o fluxo de ações nas áreas administrativas são importantes atividades desenvolvidas pelo técnico junto aos gerentes dos serviços. Identificar entraves e sugerir soluções para problemas que surgem entre os serviços - enfermarias e almoxarifado - são ações estratégicas que se relacionam com o bem-estar do usuário do serviço.

O profissional de Gestão em Serviços de Saúde opera com técnicas de planejamento em saúde, elaborando fluxo de informação e realizando o controle sobre os recursos utilizados pela organização de saúde.
Campos de atuação:
• Hospitais;
• Postos de Saúde;
• Clínicas.

Duração:

3 (três) anos. Laboratório em Biodiagnóstico em Saúde

O que é?

Comporta as práticas laboratoriais de Patologia Clínica e de Histologia, incorporando novos conceitos e conteúdos da área de biodiagnóstico. O que é o Curso?

É um curso voltado para a formação de técnicos em Laboratório, com a participação de profissionais que atuam no serviço, na produção, na pesquisa e nas diversas áreas de gerência e planejamento em saúde, e que busca uma educação reflexiva e crítica.

O que faz o Técnico?

Executa atividades padronizadas em laboratórios de análises médicas utilizadas na busca ou confirmação de diagnósticos. Implanta, testa e coloca em rotina técnicas laboratoriais em produção e pesquisa na área de Ciência e Tecnologia em saúde.

Campos de atuação:

• Hospitais;
• Centros de Saúde;
• Postos de Saúde;
• Laboratórios de Análises Clínicas;
• Laboratórios de Controle de Qualidade em Saúde;
• Laboratórios de Produção e Pesquisa Biológica;
• Indústrias Farmacêuticas.

Duração:

3 (três) anos.

Registros e Informações em Saúde

O que é?

Análise e processo de informações sobre a saúde do indivíduo e da população que são utilizadas para o planejamento, controle e avaliação das ações e dos serviços de saúde, bem como para consulta, internação, estudos e pesquisa. Estas informações são obtidas através do prontuário do paciente.

O que é o Curso?

O curso capacita pessoal para atender a crescente necessidade de organização dos serviços de documentação, contribuindo para o crescimento quantitativo e qualitativo de profissionais técnicos desta habilitação, melhorando a produção de informações sobre saúde no país.

O que faz o Técnico?

• Aplica técnicas de organização e administração de serviços de documentação, registros e estatísticas de saúde;
• Desenvolve e coloca em prática procedimentos voltados para o desenvolvimento, guarda, catalogação e manutenção dos registros e para o processamento de dados;
• Supervisiona o pessoal auxiliar, visando a qualidade e a quantidade das ações que se realizam;
• Obtém os dados produzidos nos serviços de Saúde necessários à avaliação, planejamento, administração, bem como à avaliação epidemiológica;
• Coordena as atividades de Serviços de Registros de Saúde, subsidiando as outras áreas de trabalho de estabelecimentos de saúde.

Campos de atuação:

• Hospitais;
• Centros de Saúde (Pams)
• Posto de Saúde.

Duração:
2 (dois) anos.

Vigilância Sanitária e Saúde Ambiental

O que é?

É uma estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS), caracterizada por um conjunto de medidas que visam evitar, diminuir e proteger a Saúde da coletividade das ameaças decorrentes dos processos produtivos, da circulação e consumo de bens e serviços de interesse da saúde, inclusive aqueles relativos ao meio ambiente e aos ambientes de trabalho.

O que é o Curso?

Forma técnicos generalistas que atuam nos principais campos de intervenção da Vigilância Sanitária (Meio Ambiente, Produtos, Serviços e Saúde do Trabalhador) para desenvolver um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à Saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e serviços de interesse da saúde, conforme previsto na Lei Orgânica da Saúde (Lei 8.080/90).

O que faz o Técnico?

• Trabalha como agente da Saúde Pública no interior de uma equipe de saúde, normalmente vinculado a uma das instâncias gestoras do Sistema Único de Saúde.
• Desenvolve ações de promoção, proteção e prevenção de risco e agravos à Saúde na perspectiva de melhorar a qualidade de vida da comunidade. Essas ações se traduzem em inspeção e fiscalização sanitárias; educação em saúde; coleta de amostras; normalização de processos e produtos de interesse da saúde e controle de fluxos de pessoas e produtos que tragam risco à população, entre outras.
• O Técnico de Vigilância Sanitária é um ator fundamental para o SUS e para a população em geral. Suas ações estão voltadas para resolver problemas, visando ao bem-estar das pessoas, à qualidade e segurança dos processos produtivos, dos produtos, dos serviços e do meio ambiente.

Campos de Atuação:

Atua em cinco grandes áreas, desenvolvendo ações de promoção, prevenção e proteção à Saúde:

1) Meio ambiente;
2) Produtos;
3) Serviços de interesse da Saúde;
4) A Saúde do Trabalhador;
5) Portos, Aeroportos e Fronteiras.

Duração:

3 (três) anos.

Acompanhe-nos:
Copyright © 2010 - Colégio Paranapuã - Todos os direitos reservados.

Aviso!

Fechar

ATENÇÃO: AS NOTAS DO BOLETIM ESCOLAR ESTÃO SUJEITAS A ALTERAÇÕES.